Estadão
Estadão

Dorival reclama de passividade do Flamengo em clássico

Para técnico, equipe jogou 'abaixo das expectativas'

AE, Agência Estado

25 de novembro de 2012 | 11h50

RIO DE JANEIRO - A atuação do Flamengo no empate por 1 a 1 diante do Vasco, no último sábado, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, deixou o técnico Dorival Júnior insatisfeito. Para ele, a equipe foi irregular, precisava ser mais agressiva se quisesse sair com a vitória e acabou ficando "abaixo das expectativas".

"Acho que o time poderia ter sido mais agressivo. Fizemos um segundo tempo razoável, mas ainda bem abaixo das expectativas. Acredito que o time tenha ainda muito a melhorar. Foi pouco para um clássico, que é sempre uma partida importante, e acho que mais uma vez deixamos escapar um bom resultado por não termos mantido uma regularidade durante os 90 minutos", declarou ao site do clube.

Mesmo reclamando da atuação de seus comandados, Dorival viu pontos positivos na equipe, principalmente no segundo tempo, quando González marcou o gol de empate. Por isso, o treinador avaliou que o Flamengo foi melhor que o Vasco e poderia até ter saído com os três pontos.

"Acho que foram poucos os minutos que o Vasco prevaleceu. O time do Flamengo cresceu na segunda etapa, teve mais posse de bola, procurou jogar pelos lados e tivemos boas oportunidades. Mas é aquilo que eu falo, a equipe pode jogar de maneira mais consistente, mais agressiva e ter uma partida muito mais regular. Estamos ainda aquém do time ideal, aquele que passa confiança ao torcedor. É esse o time que queremos alcançar", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.