J. F. Diorio/AE
J. F. Diorio/AE

Dorival saca André, e confirma Mancha no meio-campo

'A necessidade [de escalar um segundo volante de marcação] de momento é grande', diz o técnico

SANCHES FILHO, Agência Estado

30 de abril de 2010 | 19h57

Dorival Júnior nem deu margem a especulações. Durante todo o treino técnico desta sexta-feira, o treinador manteve Rodrigo Mancha no time titular e deixou o atacante André entre os reservas. Depois, confirmou ter decidido reforçar a marcação no meio-de-campo para não correr o risco de voltar a ser surpreendido pelo Santo André, na final do Paulistão, domingo, no Pacaembu.

Veja também:

linkIngressos para a final do Paulistão estão esgotados

linkNeymar diz que poderá dispensar o óculos no domingo

"A necessidade [de escalar um segundo volante de marcação] de momento é grande. Tínhamos que sacrificar alguém e a primeira opção foi essa", explicou Dorival Júnior, que voltou a lamentar a ausência de Wesley, suspenso. Ele ainda admitiu a possibilidade de levar Giovanni para o banco de reservas para ser homenageado se o Santos conquistar o seu 18.º título do Campeonato Paulista.

Com a entrada de Rodrigo Mancha, Arouca vai jogar mais solto e com maior liberdade para chegar ao ataque, fazendo a função que normalmente vinha sendo de Wesley. O time que começará jogando no domingo terá Felipe; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Rodrigo Mancha, Arouca, Marquinhos e Paulo Henrique Ganso; Robinho e Neymar.

O treinador santista voltou a demonstrar respeito pelo Santo André, destacando a qualidade de vários jogadores do adversário, como Gil, Rodriguinho e Alexandre. Ele também insistiu que apesar de o seu time pode ser campeão mesmo se perder por 1 a 0, o título continua em aberto.

"Qualquer detalhe pode acabar complicando. Como disse na semana passada e acabou se confirmando, vamos ter um jogo muito difícil e o caminho continua aberto. Para sermos campeão, temos que consolidar a vantagem", afirmou.

NEYMAR 

O atacante começou o treino desta sexta usando os óculos especiais para atletas, mas minutos depois os colocou na testa. Ainda não está decidido se ele vai usar o acessório durante o jogo. "São os dois médicos do Santos que vão responder no domingo se Neymar vai precisar usar os óculos no jogo ou não", explicou Dorival Júnior.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.