Dorival testa Mancini no ataque do Atlético-MG

Insatisfeito com as últimas atuações do Atlético Mineiro, o técnico Dorival Júnior testou o meia Mancini no ataque do time no treino desta sexta-feira, visando a partida contra a Caldense, domingo, pelo Estadual. Na quarta, o Atlético empatou sem gols com o Prudente e foi eliminado da Copa do Brasil. Uma vitória simples classificaria os mineiros.

AE, Agência Estado

08 de abril de 2011 | 18h30

Diante da pouca eficiência do ataque atleticano, Dorival resolveu testar Mancini no lugar de Ricardo Bueno para formar dupla com Magno Alves. O atacante Neto Berola cumprirá suspensão neste final de semana.

"É uma tentativa, uma modificação. Não quer dizer que estamos descartando o Ricardo Bueno. Até coloquei isso para ele. Trata-se, apenas, de uma nova circunstância. O Mancini executou essa função de atacante em sua última equipe e tem qualidade suficiente para nos ajudar nesse momento", explicou o treinador.

Para Dorival, Mancini já está pronto para ser titular pela primeira vez em seu retorno ao Atlético. "Os últimos trabalhos dele já foram em outro nível e o Mancini vem nos dando uma resposta muito boa fisicamente. A partir de agora, ele está em outro estágio, precisando de uma confirmação em campo de todo o trabalho que foi feito com nesse período, desde a sua chegada", justificou.

O time titular treinou com Renan Ribeiro; Rafael Cruz, Réver, Leonardo Silva e Guilherme Santos; Serginho, Filippe Soutto, Jackson e Renan Oliveira; Mancini e Magno Alves. Já a equipe reserva foi formada por Giovanni; Lima, Werley e Luiz Eduardo; Patric, Toró, Leleu, Wendel e Leandro; Daniel Carvalho e Ricardo Bueno.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolAtlético-MGMancini

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.