Dortmund bate Bayern e é bicampeão da Supercopa da Alemanha

Time do Vale do Ruhr repete atuação da temporada passada e mais uma vez ganha da equipe do treinador espanhol Pep Guardiola

Estadão Conteúdo

13 de agosto de 2014 | 15h13

O Borussia Dortmund começou com festa a temporada 2014/2015 do futebol alemão. Atuando em casa, no Signal Iduna Park, o time sagrou-se campeão da Supercopa da Alemanha pelo segundo ano seguido ao derrotar o Bayern de Munique, de Pep Guardiola, por 2 a 0. Assim, conquistou o torneio pela quinta vez - os outros títulos foram em 1989, 1995, 1996, 2008 e 2013. A vitória repetiu o resultado da temporada passada quando o Borussia superou o Bayern por 4 a 2. Depois disso, porém, o rival dominou o futebol do país e conquistou os títulos do Campeonato Alemão, garantido com rodadas de antecedência, e também da Copa da Alemanha.

O Borussia se deu melhor e garantiu a conquista logo no seu reencontro com o atacante Robert Lewandowski, que deixou o time ao término da temporada passada e se transferiu para o Bayern. As equipes fizeram uma partida bastante movimentada em Dortmund. O time da casa criou as principais chances de gol até abrir o marcador aos 22 minutos do primeiro tempo, com chute forte de Mkhitaryan, em lance em que a bola entrou no alto do canto direito da meta de Neuer.

Mesmo em vantagem, o Borussia continuou melhor e só não ampliou sua vantagem com Kehl por causa das boas intervenções do goleiro do Bayern. O Borussia fez o segundo gol aos 16 da etapa final após cruzamento de Piszczek, que Aubameyang concluiu de cabeça. Na comemoração, ele vestiu uma máscara do super-herói Homem Aranha. O Bayern tentou reagir, mas não teve forças para evitar a derrota.

Agora, os rivais concentram as suas atenções nas estreias na Copa da Alemanha. Sábado, o Borussia enfrenta fora de casa o Stuttgarter Kickers. O Bayern, de Guardiola, entrará em campo domingo, também como visitante, diante do Preussen Münster.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.