Dortmund bate Hertha Berlin e vai às quartas na Copa da Alemanha

Diante de sua fanática torcida, equipe ganha por 3 a 2 nos pênaltis

Estadao Conteudo

08 Fevereiro 2017 | 20h42

O Borussia Dortmund precisou suar muito, mas garantiu vaga nas quartas de final da Copa da Alemanha nesta quarta-feira. Diante de sua fanática torcida, a equipe passou pelo Hertha Berlin por 3 a 2 nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação.

O Hertha saiu na frente com Kalou, mas Reus deixou tudo igual no segundo tempo. O Dortmund abusou dos gols perdidos, porém, nos pênaltis saiu vencedor. Agora, se prepara para encarar o Darmstadt no sábado, fora de casa, pelo Campeonato Alemão. No mesmo dia, o time de Berlim visita o Schalke 04.

O primeiro tempo desta quarta foi aberto, e o Hertha assustou aos oito minutos. Ibisevic aproveitou bobeada de Sokratis e arrancou sozinho, mas o zagueiro do Dortmund se recuperou e travou o atacante. A resposta veio aos 14, quando Aubameyang recebeu lindo toque de Dembélé, mas ao tentar driblar o goleiro perdeu a passada e caiu no gramado.

O atacante do Dortmund não estava em seus melhores dias e perderia outra grande oportunidade apenas um minuto depois. Desta vez, foi Wigl que deu enfiada perfeita para o gabonês, que bateu cruzado, mas Jarstein fez grande defesa.

Com o jogo lá e cá, o Hertha também não tardou a responder. Aos 25 minutos, após escanteio da direita, Brooks subiu bem e cabeceou para o chão. Bürki fez grande defesa, mas o rebote ficou com Ibisevic. Na pequena área, sozinho, o atacante conseguiu cabecear por cima e perder chance incrível.

Só que apenas um minuto depois, saiu o primeiro do Hertha. O meia Stark lançou da intermediária, Piszczek cochilou e Kalou apareceu sozinho no meio da área para desviar de carrinho.

O gol desanimou o Dortmund, que só voltou a atacar no segundo tempo. Mas logo em sua primeira tentativa após o intervalo, saiu o empate. Dembélé recebeu ótima enfiada e bateu na trave. O rebote ficou com o próprio meia, que teve calma para limpar a marcação e tocar para Pulisic. Esperto, o jogador acionou rapidamente Reus, que finalizou para a rede.

A partir daí, a pressão foi toda do Dortmund, que abusou das chances desperdiçadas. Aos quatro minutos, Reus aproveitou cruzamento da direita de Dembélé e finalizou firme, para grande defesa de Jarstein. Aos 20, o goleiro voltou a salvar o Hertha ao voar para buscar finalização de fora da área de Raphael Guerreiro.

O Dortmund era todo ataque, mas, sem marcar, pareceu se frustrar e passou a criar menos oportunidades. Mesmo dominando a partida, chegou com perigo ao gol adversário em somente mais uma oportunidade, aos 35 minutos. Após cruzamento da direita, a defesa afastou e a sobra ficou com Dembélé, que tocou rente à trave.

O confronto foi para a prorrogação, em que o Dortmund seguiu pressionando e perdendo as melhores chances, mas não conseguiu marcar. No minuto final, ainda ficou sem Sokratis, expulso, e o confronto foi mesmo para os pênaltis. Lustenberger e Kalou chutaram para fora e Darida parou em Burki, o que levou os donos da casa para a próxima fase, apesar da cobrança também desperdiçada por Pulisic.

FRANKFURT AVANÇA

Em outro confronto definido nesta quarta-feira, o Eintracht Frankfurt visitou o Hannover e se classificou às quartas de final ao vencer por 2 a 1, de virada. Harnik abriu o placar para os mandantes, mas Tawatha e Seferovic garantiram o triunfo do adversário.

Com isso, a Copa da Alemanha conheceu seus oito classificados para a próxima fase. Disputarão as quartas de final, além de Borussia Dortmund e Eintracht Frankfurt: Bayern de Munique, Borussia Mönchengladbach, Hamburgo, Arminia Bielefeld, Schalke 04 e Sportfreunde Lotte.

Mais conteúdo sobre:
futebol Borussia Dortmund

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.