Martin Meissner/AP
Martin Meissner/AP

Dortmund oficializa chegada de armênio por valor recorde

Henrikh Mkhitaryan foi contratado 27,5 milhões de euros

AE-AP, Agência Estado

09 de julho de 2013 | 09h13

DORTMUND - O Borussia Dortmund oficializou nesta terça-feira a contratação do meia armênio Henrikh Mkhitaryan, que estava no Shakhtar Donetsk, na transação mais cara da história do clube. Ambos os clubes anunciaram a negociação nos seus sites oficiais, com o time ucraniano revelando que vai receber 27,5 milhões de euros (aproximadamente R$ 80,2 milhões) pelo jogador de 24 anos.

O valor é recorde para o atual vice-campeão alemão e europeu, superando os 21,5 milhões de euros (R$ 62,7 milhões) pagos ao Parma pelo atacante brasileiro Amoroso em 2001. "Não foi uma negociação fácil, mas queríamos muito ter Henrikh", disse Hans-Joachim Watzke, diretor-executivo do Dortmund.

Mkhitaryan assinou um contrato de quatro anos e vai vestir a camisa de número 10, anteriormente usada por Mario Götze, que foi para o Bayern de Munique. "Estamos muito satisfeitos que nós tenhamos uma nova contratação fantástica para o setor ofensivo", disse o diretor esportivo do Dortmund, Michael Zorc.

Novo reforço do clube alemão, Mkhitaryan marcou 25 gols e deu passes para outros 10 em 29 partidas do Campeonato Ucraniano na temporada passada. Além disso, ele já disputou 37 jogos pela seleção da Armênia.

Antes de Mkhitaryan, o clube já havia se reforçado com o zagueiro Sokratis Papastathopoulos, do Werder Bremen, e o atacante Pierre-Emerick Aubameyang, do Saint-Étienne. O clube disse em um comunicado para o mercado financeiro sobre a contratação de Mkhitaryan que "finalizou suas atividades indispensáveis de contratações".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.