José Patricio/AE
José Patricio/AE

Douglas celebra fase, mas lamenta empate corintiano

Meia marcou o gol corintiano contra a Portuguesa, seu 3º em dois jogos como titular

AE, Agência Estado

22 de julho de 2012 | 12h47

SÃO PAULO - Douglas voltou ao Corinthians no início deste ano, mas só agora está justificando o investimento da diretoria para tirá-lo do Grêmio. Após a saída de Alex, o meia assumiu a titularidade e, em duas partidas, já marcou três gols. No último sábado ele deixou sua marca no empate por 1 a 1 diante da Portuguesa, no Pacaembu, pela 11.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Apesar de celebrar o bom momento, o jogador não escondeu a chateação com o resultado. "Ficou feliz pela fase que estou vivendo, mas poderia estar ainda mais contente se tivéssemos vencido o jogo. Mas vamos trabalhar que os resultados virão", comentou.

Douglas ainda teve a lamentar o cartão amarelo que recebeu. Foi o terceiro dele na competição, o que fará com que ele seja desfalque para o confronto diante do Cruzeiro, nesta quarta-feira, no Pacaembu. "É uma pena. Justamente agora que estou com uma boa sequência de jogos terei que ficar fora. O jeito é trabalhar e voltar bem na outra rodada", disse.

Quem teve motivo para comemorar no último sábado foi o goleiro Cássio. O resultado também não o agradou, mas ele teve a oportunidade de ficar frente a frente com um de seus principais ídolos no futebol: Dida, que hoje defende a Portuguesa, mas marcou história no Corinthians em duas passagens, de 1999 a 2000 e de 2001 a 2002.

O goleiro corintiano aproveitou a chance para trocar camisa com o experiente colega de profissão. "Ele é muito gente boa e aceitou a troca", declarou Cássio, antes de fazer uma análise da partida. "Fomos abaixo do que jogamos no primeiro tempo, mas na segunda etapa tínhamos chance de sair com o resultado positivo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.