Douglas é absolvido pelo TJD, e encara Inter em decisão

O meia Douglas foi absolvido por maioria de votos pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul (TJD/RS) nesta quinta-feira e está liberado para defender o Grêmio no segundo jogo da decisão do Campeonato Gaúcho, diante do arquirrival Internacional, no dia 2 de maio.

AE, Agência Estado

22 de abril de 2010 | 23h47

O jogador foi julgado nesta quinta por ter acertado uma bolada em um dos árbitros assistentes da partida contra o Pelotas, no dia 8, e também por ter xingado o juiz principal. Como foi expulso no jogo, Douglas cumprirá suspensão automática diante do Inter neste domingo, no primeiro duelo da final.

Por causa da expulsão, Douglas foi denunciado em dois artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva - agressão física e reclamação contra membro da arbitragem. A primeira denúncia poderia render um gancho de até 180 dias ao atleta, enquanto a segunda prevê suspensão de até seis jogos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.