Douglas escapa de julgamento e reforça Grêmio

Douglas está livre para reforçar o Grêmio mesmo sem ter enfrentado julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Embora o meia tenha sido denunciado por praticar jogada violenta, o caso foi prescrito nesta terça-feira e ele foi liberado.

AE, Agência Estado

23 de novembro de 2010 | 21h29

No jogo com o São Paulo, disputado no final de setembro, Douglas deu forte entrada em Richarlyson. O STJD, então, enquadrou o jogador no artigo 254 e poderia suspendê-lo em até seis partidas, mas o Grêmio alegou que a denúncia foi feita fora do prazo de 30 dias. Assim, o caso foi considerado prescrito e o armador poderá enfrentar o Guarani, no próximo domingo.

"Ele faz a equipe jogar. Quando ele não jogar, vou sentir a falta dele. Mas, felizmente, ele está liberado para jogar esse jogo decisivo", comemorou o técnico Renato Gaúcho, satisfeito com o desfecho do caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.