Mailson Santana / Fluminense FC
Mailson Santana / Fluminense FC

Douglas promete Flu forte nas últimas rodadas e ainda sonha com Libertadores

Jogador promete tentar ajudar Henrique Dourado a alcançar artilharia do Brasileirão

Estadão Conteúdo

22 Novembro 2017 | 13h30

O Fluminense garantiu a permanência na Série A do Campeonato Brasileiro ao derrotar a Ponte Preta na última segunda-feira, no Maracanã. Mas se engana quem pensa que o time carioca diminuirá o ritmo para as últimas duas rodadas. Nesta quarta, o volante Wendel prometeu motivação para encarar Sport e Atlético-GO, colocou a vaga na Sul-Americana como principal objetivo e admitiu até o sonho de uma improvável classificação à Libertadores.

+ Desejo de Palmeiras e Internacional, Abel Braga fala em ficar no Fluminense

+ Dourado empata com Jô na artilharia e desabafa sobre campanha do Flu

"O jogo contra o Sport vai ser muito importante. Vamos jogar firme, vamos brigar. Por nós mesmos, porque queremos a vaga na Sul-Americana", declarou. "A gente vai fazer a nossa parte, ganhar os jogos finais. Os outros resultados? Só deus sabe. E se pintar uma vaga na Sul-americana ou até na Libertadores, estamos aí."

O próprio volante, no entanto, admitiu que o maior prêmio do Fluminense no ano foi ter se livrado do rebaixamento. Para ele, uma prova da superação de diversos integrantes do elenco, que sofreram com graves lesões em 2017, e até do técnico Abel Braga, após a tragédia familiar que viveu.

"Esse ano foi difícil para nós, não foi tão bem para a gente. Foram muitas contusões. Mas agora é esperar que em 2018 tudo vai mudar. Para mim, foi um aprendizado de vida. Eu superei, o Abel superou, o Sornoza, o Gustavo (Scarpa) também superaram. Só faltou um título para a gente sorrir", comentou.

Sem título, o volante admitiu que um dos objetivos para as últimas rodadas será auxiliar Henrique Dourado na disputa da artilharia do Brasileirão. No momento, ele tem os mesmos 18 gols do corintiano Jô, na ponta da lista. "Acho que jogando bem, acertando o passe para ele, os gols vão sair. Se ele for artilheiro, vai ser uma alegria enorme para todo o grupo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.