Douglas volta a desfalcar o Corinthians na Série B

Meia não está completamento recuperado e por isso não foi liberado pelo departamento médico

Agencia Estado

16 de julho de 2008 | 19h04

O meia Douglas, que não enfrentou o Santo André no último fim de semana por conta de uma torção sofrida no joelho esquerdo, desfalcará o Corinthians neste sábado, no Pacaembu, contra o Bahia, em partida válida pela 12ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O jogador foi vetado pelo departamento médico, já que ainda não está completamente recuperado.Veja também: Marcelo Oliveira é liberado para jogar pelo CorinthiansSem Douglas, a tendência é que Mano Menezes volte a escalar o jovem Lulinha para fazer a função do ex-jogador do São Caetano. Além do meia, o Corinthians terá outros cinco desfalques diante do Bahia: Chicão e Dentinho, que vão cumprir suspensão automática, além de Alessandro, Nilton e Diogo Rincón, que estão machucados.GARANTIDOA boa notícia para a torcida corintiana nesta quarta-feira ficou por conta da recuperação física do lateral-esquerdo André Santos, que no início da semana chegou a ser poupado de alguns treinos devido a uma tendinite no joelho esquerdo. O jogador está confirmado para o confronto contra o Bahia.Destaque do Corinthians desde o início da temporada, o atleta já tem sido sondado por alguns clubes da Europa, mas diz que por enquanto não sabe de nada e pensa apenas na sua equipe. " O que eu quero realmente é jogar, deixo essas negociações para o meu empresário e o Corinthians", afirmou. No entanto, ele não descartou uma possível transferência. "Se for bom para o clube e bom para mim, com certeza eu vou sair e deixar esta porta sempre aberta".O técnico Mano Menezes ainda não confirmou a escalação do Corinthians para sábado. No entanto, a tendência é que o time entre em campo com: Felipe; Denis, Fábio Ferreira, William e André Santos; Fabinho, Eduardo Ramos, Elias e Lulinha; Herrera e Acosta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.