Mailson Santana/Fluminense FC
Mailson Santana/Fluminense FC

Dourado alerta que falhas não podem acontecer novamente no Fluminense

Time carioca venceu apenas um dos últimos oito jogos e fará três confrontos diretos para fugir do descenso

O Estado de S. Paulo

17 Novembro 2017 | 18h10

A derrota para o Corinthians deixou o Fluminense em situação incômoda na tabela do Campeonato Brasileiro. São 43 pontos, na 15.ª colocação, a apenas quatro da zona de rebaixamento. O momento complicado não tira a confiança do atacante Henrique Dourado na permanência do clube na Série A, mas ele próprio sabe que é preciso transportar este otimismo para o campo.

+ Confira a classificação da Série A do Brasileiro

"Agora restam apenas três jogos. Tudo que foi falado durante o ano em muitos jogos, temos que colocar em prática. Não adianta ficar só falando muito e não praticar. Já estamos cientes do que está se passando e temos condições de melhorar, como já fizemos nos bons jogos, mas falta atitude em relação a não acontecer as falhas novamente", declarou nesta sexta-feira.

O Fluminense venceu apenas um dos últimos oito jogos na temporada, retrospecto que aumentou a pressão sobre os jogadores e deixou o time em situação complicada. Nas últimas três rodadas do Brasileirão, a equipe fará confrontos diretos contra Ponte Preta, na próxima segunda-feira, no Maracanã, Sport e Atlético-GO.

"Mesmo jogando nos nossos domínios, a Ponte Preta tem jogadores diferenciados que temos que ter atenção. Mas jogando em casa, temos que impor nosso ritmo e saber entender os momentos da partida para atacarmos bem e defender. Saber suportar a pressão vai ser fundamental para sair com uma vitória. É um jogo determinante e temos que encarar como uma final", considerou Dourado.

O atacante ainda fez um balanço da temporada e projetou mudanças para 2018. "Foi um ano muito difícil. Temos que começar primeiro pelo pensamento, que tem que ser diferente. O Fluminense não pode pensar em ficar no meio de tabela. Espero que esse ano sirva de lição e que 2018 seja um ano diferente, com planejamento, para que a gente possa mudar. Atleta que veste a camisa do Fluminense tem que pensar grande."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.