Drogba é indicado para prêmio que ele desdenhou

O atacante marfinense Didier Drogba, do Chelsea, foi indicado na terça-feira para o prêmio de Jogador Africano do Ano, apesar de ter dito que não queria mais essa honraria. Os outros indicados são Michael Essien (Chelsea/Gana), Emmanuel Adebayor (Arsenal/Togo), Amr Zaki (Wigan Athletic/Egito) e Mohamed Aboutrika (El Ahly/Egito). Drogba, vencedor em 2006, era favorito para ganhar novamente em 2007, mas o jogador recusou-se a viajar para a cerimônia no Togo, e o prêmio foi para o malinês Frederic Kanoute. O jogador, capitão da seleção da Costa do Marfim, disse que a Confederação Africana de Futebol lhe informou que ele não seria premiado se não fosse à festa. Ele disse que não foi porque a cerimônia ocorreu na antevéspera das quartas-de-final da Copa das Nações Africanas, contra a Guiné. Na época, Drogba disse que, por causa do desentendimento, gostaria de não ser indicado para o prêmio no ano seguinte. "Sinto que a disputa perdeu o seu valor", disse. Os finalistas deste ano foram escolhidos por um comitê de técnicos e jornalistas. Os técnicos das seleções africanas farão a escolha final.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.