Drogba revela emoção após reencontro com o Chelsea em Londres

Atacante marfinense atuou por oito anos no Stamford Bridge

Agência Estado

19 de março de 2014 | 11h09

LONDRES - Depois de oito anos de serviços prestados ao Chelsea, o atacante Didier Drogba voltou ao Stamford Bridge como adversário pela primeira vez na última terça-feira. Ele viu seu Galatasaray perder por 2 a 0 para o time inglês e cair nas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa, mas o que marcou a partida foi a homenagem da torcida da casa a um de seus maiores ídolos.

Feliz com a recepção, Drogba não escondeu a emoção de reencontrar velhos companheiros e, principalmente, os torcedores. "Foi bom, com muitas emoções diferentes. Foi um jogo difícil, com bons jogadores e boas pessoas. Fiquei muito feliz por voltar aqui", disse, em entrevista à Chelsea TV.

Drogba foi entrevistado ao lado do zagueiro John Terry. Os dois estão entre os principais ídolos da história do clube, principalmente pelo título da Liga dos Campeões da temporada 2011/2012. Naquela oportunidade, o Chelsea empatou na decisão com o Bayern de Munique, por 1 a 1, mesmo atuando na casa do adversário, e sagrou-se campeão nos pênaltis. O atacante marfinense selou a igualdade na prorrogação e converteu o pênalti que selou a conquista.

O feito não foi esquecido por ninguém em Stamford Bridge, incluindo o capitão Terry. "Foi estranho jogar contra ele. Ele mereceu a recepção e, depois do que aconteceu em Munique, acho que foi legal para ele voltar e para os torcedores. Eles fizeram o que fizeram e mostraram o quanto o amamos", comentou o zagueiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.