Bruno Haddad/Divulgação
Bruno Haddad/Divulgação

Drubscky pede que goleada não sirva como parâmetro do Flu

'Precisamos deixar a coisa andar mais', afirma o técnico, cauteloso

Estadão Conteúdo

18 de maio de 2015 | 09h38

O técnico Ricardo Drubscky admitiu que o Fluminense teve atuação decepcionante no último domingo, na derrota por 4 a 1 para o Atlético-MG, no Mané Garrincha, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Ele, porém, lembrou a vitória sobre o Joinville na estreia na competição para pedir que a atuação na goleada sofrida não sirva como parâmetro para uma avaliação sobre a qualidade do time.

"Não posso prever coisas futuras, acredito que o elenco tem coisas boas para dar, fizemos bom jogo contra o Joinville, um jogo ruim contra o Atlético. Precisamos deixar a coisa andar mais. Não pode servir de parâmetro esse jogo, jogamos muito mal, não fomos competitivos como deveríamos", disse.

Drubscky até tentou destacar alguns momentos bons no Fluminense na partida, mas reconheceu que o time esteve abaixo do nível desejado. "Tivemos alguns lampejos da metade para frente no primeiro tempo, infelizmente não aconteceu. No segundo tempo, tivemos alguns momentos bons. A equipe não foi bem, a gente tem que reconhecer. Acredito que a gente vai se armar de uma maneira bem melhor, teremos jogos bem melhores para frente", analisou.

Batido, o Fluminense está em 11º lugar no Campeonato Brasileiro com três pontos. O time volta a entrar em campo no próximo domingo, quando vai receber o Corinthians, no Maracanã, pela terceira rodada da competição.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.