Dualib festeja administração vitoriosa

Os olhos azuis de Alberto Dualib estavam avermelhados quando o presidente do Corinthians, ao lado de Rubens Aprobatto Machado, a dois minutos do apito final, era levado ao portão que conduzia ao gramado do Morumbi. Mal falava. À Agência Estado só disse que o último gol foi o mais bonito, porque estava "ansioso demais". O gol trouxe aquela sensação de que não tinha mais como deixar de comemorar o 25º título estadual. De mãos dadas com a neta Carla, mais baixinho, confessou: "Mas que sofrimento, não?" A moça, que trabalha com o marketing do clube, tinha explicação: "Ele é assim com tudo, sofre em silêncio, vibra em silêncio, se emociona demais." Cercado por meia dúzia de seguranças e dezenas de asseclas, o presidente foi ovacionado quando passou entre os torcedores que lotavam o setor 8 das cativas térreas. "Viva Dualib, o presidente é demais! Parabéns", gritavam, alucinados, promovendo um empurra-empurra de proporções ameaçadoras para o octagenário que virou ídolo depois de uma gestão de dez anos que valeu cinco títulos estaduais, dois nacionais, além de um mundial e duas Copas do Brasil. Com sua máquina fotográfica em punho, o motorista particular José Alexandre, de 35 anos, tentava registrar a passagem do presidente: "Eu quero fotografar tudo, cada momento dessa festa. Eu trouxe os preiboy (sic) para o camarote, mas quem tá fazendo a festa sou eu! Para mim, esse título tem um sabor mais especial ainda, foi mais um em cima do São Paulo, nosso freguês." Em outra área do estádio, o engenheiro aposentado Olavo Carneiro estampava um sorriso estático no rosto, quando foi abordado pela reportagem. Com as mãos nos ombros do filho Guilherme, de 11 anos, o torcedor do Corinthians garantia que não havia nada melhor do que prestigiar uma decisão no estádio, principalmente quando no final se pode comemorar mais um título: "Eu já trouxe o garoto em outras decisões. Não tive problema nenhum, nunca. Todos estão alegres, é um clima tranqüilo, sem violência", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.