Dualib já cobra o novo Corinthians

Enquanto a bateria da Gaviões da Fiel festejava as apresentações de Fábio Costa, Marcelo Ramos e Régis Pitbull, o presidente Alberto Dualib alardeava seus feitos. Mesmo com a difícil situação financeira que o Corinthians atravessa, ele conseguiu fazer dez contratações: Rincón, Rodrigo, Adrianinho, Samir, Rafael, Dinelson e Julinho já haviam chegado. E ainda tenta fechar com o atacante Leandrão e o lateral-esquerdo Lúcio.Só que Dualib vai cobrar caro pelo investimento. "Montei esse time para ganharmos a Copa do Brasil e voltarmos à Libertadores. E ainda ganhar mais o Paulista. Quero retorno! A pressão sobre o Juninho vai aumentar. Agora ele tem jogadores de alto nível. E não os que contratamos em emergência e que vieram gordos e já foram embora", desabafou o presidente.Como não poderia deixar de ser, o mais festejado do trio foi o goleiro Fábio Costa. Mesmo no auge da carreira, deixou o Santos para assinar contrato de dois anos com o rival. Jurou não ter divergências com o técnico Leão. Deixou claro que teve problemas com parte da diretoria e com a torcida do seu ex-clube."Quer alguns gostem ou não, fiz história em Santos. Não tenho nada contra o Leão, nem contra o presidente Marcelo Teixeira. Se algumas pessoas não gostavam de mim na Vila, problema delas. O que tenho a dizer sobre aquela parte da torcida do Santos que ?enchia o saco? atrás do meu gol? Nada. O Santos que cuide da sua vida", desabafou o goleiro.Aos 26 anos, Fábio Costa diz que não quer substituir Ronaldo ou Dida no coração dos corintianos. "Eu entendo o que a torcida corintiana quer. O jogador tem que dar sangue, lutar. Vou ralar a minha bunda no gol para que o Corinthians chegue onde pretende", prometeu.Fábio Costa assinou contrato por dois anos com o Corinthians. "A minha recepção já foi melhor do que esperava. Se for tão bem assim, acho que minha vida será longa no Parque São Jorge", afirmou.A surpresa para a torcida foi a apresentação de Marcelo Ramos. O atacante de 27 anos foi contratado por um ano junto ao Sanfrecce Hiroshima, do Japão. "Fiquei pouco tempo no Palmeiras e no São Paulo. Vou marcar a minha presença. Quero fazer muitos gols no Corinthians", disse o jogador.Régis Pitbull, também de 27 anos, subiu no alambrado para festejar com a torcida sua volta ao clube. "Fui dispensado quando era júnior. Estou dando a volta por cima da minha vida", lembrou o atacante que disputou o Brasileiro pelo Vasco.Enquanto isso, o diretor-técnico Rivellino prometia mais. "Ainda estamos negociando com Lúcio e Leandrão. Os contatos estão adiantados", revelou.

Agencia Estado,

07 de janeiro de 2004 | 19h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.