Dualib quer detalhes de contratações

O presidente do Corinthians, Alberto Dualib, não se mostra nada disposto a amenizar a tensão com a parceira MSI. Há cerca de quatro meses, começou a cobrar insistentemente dos representantes do fundo de investimentos a apresentação de documentos que especificassem os custos de todas as contratações de jogadores ? quanto foi pago por cada atleta e quanto os intermediáros receberam. Alegando temer problemas com a Receita Federal, o cartola chegou a fazer a exigência ao próprio Kia Joorabchian, o executivo do fundo no Brasil. ?Ele (Dualib) põe em dúvida a autenticidade das informações que foram repassadas pela MSI. E o Kia, por sua vez, não se esforça para ajudar, não passa nenhum documento novo?, lamentou um conselheiro que tem tentado aproximar Kia e Dualib ? e que prefere não ser identificado.O fundo, no entanto, acredita não estar em débito com nenhum documento. Por meio de sua assessoria de imprensa, Kia afirmou nesta sexta: ?A MSI reafirma que tem cumprido todos os itens do acordo e que entregou ao clube todos os documentos que deveriam, por contrato, ser repassados.?

Agencia Estado,

16 de dezembro de 2005 | 19h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.