Duas opções para a Lusa em Manaus

Com desfalques no time devido a contusões e suspensões, o técnico Giba, da Portuguesa, que ainda não repetiu nenhuma vez a escalação no Campeonato Brasileiro da Série B, começou a tentar montar o time que joga no sábado contra o São Raimundo, em Manaus (AM).Com as suspensões de Rodrigo Pontes, que recebeu o terceiro amarelo, e Fabrício, expulso na vitória por 3 a 0 sobre o União Barbarense, o treinador testou duas formações no treinamento, uma mais ofensiva e outra mais defensiva.A primeira formação é com as voltas de Wilton Goiano e Almir, que cumpriram suspensão na última rodada. Almir retomou sua posição como titular ao lado de Rai, na marcação, enquanto Wilton Goiano treinou em sua posição original de meia, deixando a lateral direita para Maurício. Esta opção prioriza a marcação, deixando o atacante Oliveira isolado na frente, contando apenas com a chegada do meia Cléber.No segundo teste, Giba optou por manter o esquema que vem dando certo e colocou o atacante Márcio Silva, que já marcou dois gols nesta Série B, no lugar de Fabrício. Assim, Wilton Goiano volta para a ala direita, com a saída do lateral Maurício. O próprio Giba gostou das duas formações, mas não decidiu qual utilizará. "Por um lado teria mais solidez no setor defensivo, por outro manteria o esquema que vem dando certo. São testes", despistou.A chuva que transformou a cidade de São Paulo em um caos e anteciparam o final do treino de terça-feira, continuaram atrapalhando o planejamento da Lusa. O meia Celsinho, que foi aguardado no clube pela manhã para realizar o exame para verificar a gravidade da torção no joelho esquerdo, não conseguiu chegar ao Canindé. Assim, sua avaliação ficou para esta quinta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.