Bruno Cantini / Atlético-MG
Bruno Cantini / Atlético-MG

Dudamel é demitido do Atlético-MG após eliminação na Copa do Brasil

Treinador venezuelano, membros da comissão técnica e até dirigentes não resistiram depois da equipe dar vexame e cair na Copa do Brasil de forma precoce

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de fevereiro de 2020 | 02h04

Rafael Dudamel não é mais técnico do Atlético-MG. O clube mineiro anunciou a demissão do treinador, assim como outros membros da comissão técnica e da diretoria, horas depois da eliminação do time na Copa do Brasil, diante do Afogados. A direção atleticana usou as redes sociais para fazer o anúnciou da saída da comissão técnica.

O venezuelano Dudamel deixa o Atlético após apenas dez jogos disputados. Foram, quatro vitórias, quatro empates e duas derrotas. Neste período, a equipe mineira foi eliminada na primeira fase da Copa Sul-Americana para o Unión Santa Fe, da Argentina, e depois caiu na Copa do Brasil para o Afogados-PE, na segunda fase da competição.

O treinador chegou ao clube com um contrato válido até dezembro de 2021 e a ideia era que ele fizesse grandes mudanças na equipe e realizasse um trabalho a longo prazo. Entretanto, as más atuações e as eliminações fizeram com que a diretoria atleticana decidisse mudar os rumos em apenas dois meses de disputada na temporada.

Junto com Dudamel, também deixam o clube o diretor de futebol Rui Costa e o gerente de futebol Marques. Para o jogo contra o Boa Esporte, o Atlético-MG será comandado por James Freitas e Lucas Gonçalves, auxiliares que fazem parte da comissão técnica fixa do clube. 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Atlético Mineirofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.