Edison Vara/AP
Edison Vara/AP

Dudamel esbanja otimismo: 'A Venezuela veio ao Brasil para chegar à decisão'

Técnico venezuelano quer se protagonista; seleção estreia neste sábado, contra o Peru, em Porto Alegre

Redação, Estadão Conteúdo

14 de junho de 2019 | 18h33

O técnico Rafael Dudamel esbanjou otimismo, nesta sexta-feira, ao analisar as possibilidades da seleção venezuelana na Copa América. "A Venezuela veio para o Brasil para ser protagonista e chegar à decisão", disse o treinador, em entrevista coletiva.

Integrante do Grupo A, o time venezuelano estreia na competição continental neste sábado, às 16 horas, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, diante do Peru. As duas seleções estão na mesma chave de Brasil e Bolívia, que se enfrentam nesta sexta, às 21h30, no Morumbi, em São Paulo, no confronto que abrirá esta edição do torneio.

"Viemos aqui para ser protagonistas da Copa e nos despedirmos em 7 de julho (data da final), sabemos as responsabilidades que isso implica e estamos dispostos a assumi-las", completou Dudamel, ao destacar "o comprometimento dos jogadores" para justificar tanta confiança, sem deixar de respeitar os seus adversários.

Sobre o confronto com os peruanos, o treinador venezuelano afirmou que espera mais um duelo "equilibrado". Segundo o comandante, o estilo de jogo das equipes é "semelhante", o que torna a disputa previsível, mas muito difícil.

Responsável pela reformulação do futebol venezuelano, vice-campeão mundial sub-20, ao perder para a Inglaterra, em 2017, Dudamel aponta a chave do sucesso de sua equipe o fato de reunir "23 campeões felizes na seleção".

A Venezuela "sorriu" no último amistoso de preparação para a Copa América, no último domingo, quando venceu os Estados Unidos, em território norte-americano, por 3 a 0, com dois gols de sua estrela Salomón Rondón.

Depois do Peru, neste sábado, a Venezuela enfrenta o Brasil, terça-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador, e fecha sua participação na primeira fase da Copa América diante da Bolívia, no dia 22, no Mineirão, em Belo Horizonte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.