Dudu Cearense: "Chegou a minha chance"

A estrela de Dudu Cearense voltou a brilhar. Um mês depois de ser um dos artilheiros do Mundial Sub-20 com quatro gols e o destaque do Brasil na conquista do título, ele agora ganha espaço na seleção sub-23. Embora o técnico Ricardo Gomes ainda não tenha confirmado para os jornalistas que o escolheu para substituir Fábio Rochemback, ele já fala como novo titular desde que deixou o vestiário após a partida de quinta-feira contra o Chile. "Chegou a minha chance." Tamanha convicção vem dos elogios que vinha recebendo por seu rendimento nos treinos e pela personalidade que mostrou ao entrar contra os chilenos no lugar de Paulo Almeida - melhorou a distribuição da bola e quase fez o gol da vitória numa cabeçada aos 44 minutos - lhe dão a convicção de que começará jogando no domingo. Como Paulo Almeida é o primeiro volante, ele poderá jogar como gosta, com liberdade para se lançar ao ataque e aparecer de surpresa na área para finalizar. Dudu brilhou no Mundial Sub-20 e tem esperança de ser novamente um jogador fundamental em uma conquista do Brasil. "O mais importante é a gente passar pela repescagem e depois conseguir a classificação para a Olimpíada. Ser um dos protagonistas disso não é meu primeiro objetivo, mas também seria muito bom para a minha carreira." O volante vê semelhanças na situação em que se encontra o time com a que enfrentou a equipe Sub-20 depois de perder para a Austrália na última rodada da primeira fase no Mundial dos Emirados Árabes Unidos. "Quando perdemos aquele jogo, fomos muito criticados e colocaram em dúvida a nossa capacidade. Mas quando começaram os mata-matas e não dava mais para errar, nós embalamos e chegamos ao título. Aqui no Pré-Olímpico chegou a hora da decisão e tenho certeza de que vamos crescer como fez o time Sub-20."

Agencia Estado,

16 de janeiro de 2004 | 19h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.