Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Dudu celebra marca de 300 jogos pelo Palmeiras e quer mais: 'Espero 400, 500'

Atacante deve chegar a importante marca na partida contra o Guarani, quinta-feira

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de fevereiro de 2020 | 20h43

Se o técnico Vanderlei Luxemburgo não aprontar surpresas na escalação do Palmeiras para o duelo de quinta-feira, diante do Guarani, no Allianz Parque, Dudu vai completar seu 300º jogo pelo clube. Já são cinco anos com a camisa alviverde. Ele é o jogador com mais partidas no elenco. Não é pouca coisa, como destacou o atacante em entrevista coletiva nesta terça.

"É bem difícil (ficar cinco anos). Muitos jogadores saem. O último jogador que completou 300 jogos foi 15 anos atrás. É muito raro, e eu vou ter oportunidade de completar na quinta-feira, se o Luxemburgo me escalar. Estou muito feliz por completar essa marca. Tenho contrato longo e espero completar 400, 500. Aí, se o Palmeiras quiser renovar, vai para 600", afirmou o atacante que deve voltar ao time depois de ter cumprido suspensão contra o Mirassol.

O feito é mesmo raro. Na história recente do clube, apenas o goleiro Sérgio (2005) e os volantes Cesar Sampaio e Galeano (2000) ultrapassaram a marca de 300 partidas.

A chegada de Dudu coincide com um período de grandes conquistas do clube. Desde 2015, o camisa 7 soma dois títulos do Campeonato Brasileiro (2016 e 2018) e um da Copa do Brasil (2015). Por outro lado, a equipe amargou uma temporada sem títulos no ano passado, mesmo com grandes investimentos na formação do elenco.

"De 2015 para cá, eu me considero um jogador importante na história do Palmeiras. Todos falam que, a partir da minha contratação, a história do Palmeiras começou a ser bonita. O período tem sido importante para minha história também", disse o autor de 69 gols e 76 assistências pelo Palmeiras.

O atacante reconhece que um novo ciclo está começando com a chegada de Luxemburgo. O estilo de jogo mudou, com variações ofensivas, mas as atuações ainda são irregulares. Dudu avalia que os seis jogos do Campeonato Paulista ainda não foram suficientes para o time estar totalmente entrosado.

"Ainda está bem no começo. O Luxemburgo está criando ainda uma filosofia, de quando perder a bola, recuperar o mais rápido possível. A gente está tentando assimilar isso o mais rápido possível. Com o decorrer da competição, a gente vai estar mais adaptado ao estilo de jogo dele", avalia.

O atacante aprovou a adoção do gramado sintético no estádio palmeirense. "Sempre gostei de jogar no campo do Athletico. O gramado deixa o jogo rápido. Para a gente na frente é bom, não é muito bom para nossos zagueiros (risos). Além disso, nós vamos poder jogar mais vezes no nosso campo", disse o atacante, referindo-se à agenda de shows no estádio e à recuperação do gramado.

Além do retorno de Dudu, o volante Bruno Henrique também deverá ser titular. O volante Gabriel Menino deve ser improvisado na lateral direita, pois Marcos Rocha e Mayke estão machucados.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasDudufutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.