Cesar Greco/Palmeiras
Cesar Greco/Palmeiras

Dudu chega a 350 jogos pelo Palmeiras e alcança marca histórica na Libertadores

Camisa 7 ultrapassa Marcos e se torna o palmeirense com mais edições do principal torneio do continente 

Ricardo Magatti, O Estado de S.Paulo

07 de abril de 2022 | 05h00

Dudu passou a ser o jogador com mais títulos pelo Palmeiras no século no último fim de semana ao levantar a taça do Campeonato Paulista, a sua oitava. Nesta quarta, ao entrar em campo contra o Deportivo Táchira, da Venezuela, atingiu mais uma marca expressiva: 350 jogos com a camisa alviverde. 

Com isso, o atleta tornou-se o jogador que mais disputou edições da Libertadores, superando o ex-goleiro Marcos. São sete anos consecutivos disputado o torneio mais importante do continente.

O camisa 7, que, na visão de Abel Ferreira, se converteu num atleta "completo", capaz de decidir no ataque e de ajudar coletivamente, chegou à sétima edição seguida de Libertadores, deixando Marcos com seis. Dudu disputou as edições de 2016, 2017, 2018, 2019, 2020 (primeira fase), 2021 (mata-mata) e 2022, enquanto Marcos jogou as de 1999, 2000, 2001, 2005, 2006 e 2009.

O goleiro e ídolo Marcos, aliás, foi superado em outro quesito. Gustavo Gómez virou o segundo jogador com mais vitórias em Libertadores: o paraguaio chegou a 28, ultrapassando as 27 do "Santo". Weverton é o jogador que mais venceu na história do Palmeiras pela Libertadores, com 30 triunfos.

Dudu foi quem abriu o caminho para a goleada por 4 a 0 sobre o Deportivo Táchira na estreia do torneio sul-americano em busca do tetra. Com o gol, alcançou a 27ª posição no ranking de maiores artilheiros da história do Palmeiras, ao lado de Alex. Ambos têm 78 bolas na rede. Raphael Veiga e Rafael Navarro, duas vezes, também foram às redes na Venezuela.

Coletivamente, o Palmeiras reforça a cada jogo que se transformou num time "copeiro" na Libertadores. O clube é o brasileiro com marcas mais expressivas na competição. É o maior vencedor ao lado de São Paulo, Santos e Grêmio, e domina outros índices em comparação aos seus compatriotas: maior número de finais disputadas (seis, ao lado do São Paulo), de participações (22, sendo seis seguidas), de jogos (211), de vitórias (118) e de gols (396). Chegou, de quebra, a 16 partidas seguidas invicto fora de casa no torneio, ampliando o recorde de invencibilidade como visitante que já lhe pertence.

Embalado por conquistas recentes, o Palmeiras estreia no Brasileirão no sábado, às 21h no Allianz Parque. O adversário será o Ceará. Na Libertadores, duela terça-feira, às 21h30, contra o Independiente Petrolero, em casa. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.