Sérgio Castro/Estadão
Sérgio Castro/Estadão

Dudu confirma cartões propositais em vitória do Palmeiras

Time quer entrar sem atletas pendurados no mata-mata do Paulista

CIRO CAMPOS, O Estado de S. Paulo

04 de abril de 2015 | 21h17

Além de ganhar do Mogi Mirim, o Palmeiras tinha outra missão neste sábado, pelo Campeonato Paulista. Os jogadores pendurados com dois cartões amarelos teriam de forçar mais uma advertência para cumprirem suspensão na última rodada e entrarem livres no âmbito disciplinar para o mata-mata do Estadual. Quem contou o plano foi o atacante Dudu, um dos atingidos pela medida.

"A gente já estava com o pensamento de no segundo tempo, se estivéssemos ganhando, de levar mais um cartão", contou o jogador ao deixar o campo. Dudu marcou dois gols na vitória por 3 a 1 e ainda deu passe para Robinho marcar outro. Porém, o atacante está fora da partida de quarta-feira, quando a equipe encara o Ituano, fora de casa.

Todos os jogadores que estavam pendurados e foram a campo conseguiram levar cartão. Além de Dudu, o volante Arouca e o goleiro Fernando Prass levaram o amarelo do árbitro Luiz Vanderlei Martinucho. O zagueiro Vitor Hugo foi expulso no segundo tempo e também está suspenso na próxima rodada - mas volta nas quartas de final pendurado com dois amarelos. Dois pendurados não foram relacionados por estarem lesionados: o lateral-esquerdo Zé Roberto e meia Alan Patrick.


A vitória no Allianz Parque fez o Palmeiras assumir provisoriamente o posto de segunda melhor campanha do Estadual, atrás apenas do Corinthians. Para a última rodada, o técnico Oswaldo de Oliveira deve escalar uma equipe mista. "Tínhamos de conseguir esse cartão para jogar tranquilos nas quartas de final", explicou Dudu.

Oswaldo de Oliveira disse não ter orientado os jogadores a forçarem o cartão. "Não estimulo o cartão e nem o jogador a fazer isso. Vi espontaneidade o tempo todo. Não aprovo essa atitude de e nunca falaria para alguém fazer isso", afirmou. Para o treinador, os cartões mostrados foram reflexo da arbitragem de Luiz Vanderlei Martinucho e da retaliação às suas reclamações na beira do gramado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.