Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Dudu, do Palmeiras, revela ter recebido sondagem do futebol chinês

Atacante conta que recusou oportunidade por desejar continuar no Palmeiras até o fim do contrato, em 2020

O Estado de S. Paulo

01 de dezembro de 2017 | 19h17

O atacante Dudu, do Palmeiras, revelou nesta sexta-feira ter recebido sondagens para deixar o clube e defender o futebol chinês. O capitão da equipe, no entante, recusou as investidas pois garante ter o desejo de ficar na equipe até o fim do contrato, em 2020, para só depois pensar em uma possível transferência, com destino provavelmente ao futebol europeu.

+ Tchê Tchê celebra segundo ano como o mais 'atuante' do time

+ Palmeiras toma cuidados para minimizar impacto com Lucas Lima

"Estou muito feliz aqui no Palmeiras, espero continuar aqui. Tiveram algumas oportunidades para a Turquia e agora há pouco, esses dias atrás, surgiram algumas oportunidades da China, mas sempre falei que estou bem feliz aqui", disse o jogador em entrevista à ESPN. Dudu descartou as investidas e comunicou ao presidente do Palmeiras, Mauricio Galiotte, e ao diretor de futebol, Alexandre Mattos, a vontade de permanecer.

O interesse do futebol turco citado por Dudu veio principalmente de Besiktas e Fenerbahçe. Os dois clubes chegarama apresentar propostas ao Palmeiras. O atacante está no clube desde 2015 e custou na contratação cerca de R$ 23 milhões por 50% dos direitos econômicos. No início do ano a diretoria comprou a outra metade, com ajuda da patrocinadora, a Crefisa.

"Já joguei na Europa, mas não fomos pra uma liga de destaque. Estou muito feliz aqui no Palmeiras, espero continuar aqui", disse o jogador, que atuou no Dínamo de Kiev, da Ucrânia. "Espero cumprir meu contrato para conquistar os títulos que ainda restam na minha cabeça para sair aqui do Palmeiras", comentou. O objetivo dele é ganhar pela equipe a Copa Libertadores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.