Reprodução/Twitter/@palmeiras
Reprodução/Twitter/@palmeiras

Dudu faz primeiro treino no Palmeiras, mas estreia será apenas em agosto

Diretoria fez pedido especial, porém os atletas vindos do exterior só podem ser registrados no próximo mês

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de julho de 2021 | 12h05

O atacante Dudu foi a grande novidade na Academia de Futebol nesta quinta-feira. O Palmeiras divulgou diversos vídeos nas redes sociais do jogador fazendo exercícios e depois correndo no campo. O jogador foi reintegrado após o fim do seu empréstimo ao Al Duhail, do Catar. A presença do camisa 7 após quase um ano do anúncio da sua despedida estava prevista desde maio, quando a equipe catari não exerceu o seu direito de compra. 

Dudu retorna ao elenco num momento de recuperação do Palmeiras no Campeonato Brasileiro. O time vem de vitórias seguidas sobre o Bahia e o Internacional, tem o mesmo número de pontos do Athletico-PR na classificação (16) e está colado no líder Red Bull Bragantino (17).

O próximo passo da diretoria é tentar inscrever o jogador antes da reabertura da janela de transferências internacionais. O Palmeiras fez um pedido de antecipação, mas, ao que tudo indica, Dudu só vai ficar à disposição de Abel Ferreira em agosto. Se o clube ganha em qualidade técnica e liderança com a chegada do atacante, o lateral-esquerdo Matías Viña pode estar de saída. Ele interessa ao Porto, de Portugal, e o empresário Fernando Neira é aguardado no exterior para abrir as negociações.

De acordo com informações do portal A Bola, de Portugal, outros países da Europa estão no roteiro do procurador do atleta uruguaio já que existe interesse de clubes italianos e espanhóis. Ele tem 23 anos e joga a Copa América no Brasil.

O Palmeiras só aceita conversar por uma oferta superior aos 4 milhões de euros (R$ 23 milhões) que desembolsou em 2020 para trazer o jogador. Neira é parte interessada numa negociação já que, juntamente com o Nacional de Montevidéu, detém 42,5% dos direitos federativos do jogador.

Viña vem desfalcando o Palmeiras desde que a Copa América começou a ser disputada no Brasil. Ele está a serviço da seleção uruguaia, que se classificou para as quartas de final do torneio e, neste sábado, enfrenta a Colômbia no Estádio Mané Garrincha. A saída do atleta pode novamente provocar um desconforto na relação de Abel com a cúpula palmeirense. Recentemente, após a derrota do Palmeiras para o Bragantino por 3 a 1, o técnico deu entrevista reclamando da falta de reforços.

 Maurício Galiotte, mandário do clube rebateu as declarações do treinador e uma reunião precisou ser agendada para acalmar os ânimos. Na tentativa de dar o caso como superado, o presidente do Palmeiras chegou a marcar presença no treino da equipe, na semana passada para mostrar que o clima de sintonia fora restabelecido.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.