Cesar Greco/Palmeiras
Cesar Greco/Palmeiras

Dudu nega polêmica sobre substituição no Palmeiras após ironia nas redes sociais

Horas depois de postagem polêmica, atacante usa Instagram para desmentir possíveis atritos: 'Gente, vamos parar com isso! Não tem polêmica nenhuma'

Redação, Estadão Conteúdo

30 de maio de 2022 | 08h00

Após a vitória do Palmeiras por 1 a 0 sobre o Santos, neste domingo, 29, o atacante Dudu gerou polêmica nas redes sociais ao comentar com ironia sua substituição para a entrada de Navarro na Vila Belmiro. Horas depois, o palmeirense fez nova postagem para explicar os comentários.  Nos últimos 13 jogos, Dudu foi substituído em dez deles. 

A polêmica começou quando o atleta respondeu a uma postagem de Paulo Serdan, ex-presidente da principal organizada do Palmeiras, no Instagram. “Minha saída é normal, po!!! Só posso jogar 60 minutos por jogo agora”, escreveu Dudu. No final da frase, o atacante inseriu os emojis de risada. 

Horas depois, o camisa 7 se explicou pela mesma rede social. O atacante fez questão de afirmar que não polêmica sobre a troca no final no segundo tempo. “Gente, vamos parar com isso! Não tem polêmica nenhuma. Só falei que, hoje, joguei 60 minutos. Não tem nada demais. Meio de semana, joguei 90 minutos, normal também”, escreveu Dudu, referindo-se ao jogo contra o Deportivo Táchira pela Libertadores. 

A sequência de mensagens de Dudu nas redes sociais tem, como de pano, as mudanças que a comissão técnica do Palmeiras vem fazendo para a disputa de várias competições simultaneamente. Dudu foi substituído em três das últimas quatro partidas do Brasileirão (Santos, Juventude, Bragantino). Diante do Flamengo, ele atuou durante toda a partida. Em um recorte mais amplo, o atacante saiu de jogo mais cedo em dez das últimas 13 partidas. 

Membros da comissão técnica do Palmeiras afirmam que dois jogadores do elenco – Dudu e Gustavo Gómez – pedem para atuar em todas as partidas mesmo que os exames fisiológicos identificam o desgaste por causa da maratona de jogos. 

O atacante também afirmou que procuraria diretamente o treinador Abel Ferreira se tivesse algum comentário. “Tenham certeza que, se eu tivesse que falar alguma coisa, não iria na internet, seria direto ao treinador, sempre com muito respeito à sua liderança e ao trabalho dos meus companheiros”, completou o jogador que já entrou em campo 30 vezes na atual temporada, com  seis gols e quatro assistências.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.