Duelo de campeões pela Série B

O duelo de dois campeões brasileiros deveria ser o suficiente para ser visto como um grande jogo. Mas Guarani e Grêmio se enfrentam, neste sábado, às 16 horas, no Estádio Brinco de Ouro, na condição de meros participantes do Campeonato Brasileiro da Série B. Ambos buscam melhores posições, depois de um início instável. O Guarani ainda ostenta com orgulho na fachada de seu estádio a seguinte frase: ?Único campeão brasileiro do interior?. A inédita conquista aconteceu em 1978, antes mesmo do próprio tricolor gaúcho levantar seu primeiro título nacional, em 1981, feito repetido em 1996. Entre estes dois títulos, ainda levantou o Mundial Interclubes, em 1983. Curiosamente, os dois adversários deste sábado se enfrentaram na última rodada do campeonato do ano passado, em Campinas, quando já estavam rebaixados. A vitória foi do time da casa por 2 a 0. Na dura realidade da Série B, o time paulista ocupa a 14ª posição, com quatro pontos. O time gaúcho tem seis pontos, na nona posição. O técnico bugrino, José Carlos Serrão, não parece tão preocupado com a posição de momento. Para ele ?o importante é acertar o time, somar pontos e brigar, lá na frente, pela classificação?. Com os 2 a 0 sobre o Ceará, na rodada passada, o Guarani deixou a lanterna, mas ainda continua na perigosa zona do rebaixamento. ?A diferença ainda é pequena?, reforça Serrão, animado com a evolução do time, tanto na parte técnica como tática. Ele confirmou que irá promover as estréias do volante Umberto, ex-Paulista e Marília, e do atacante Wágner, que, depois de passar por Atlético-MG e Figueirense, está de volta ao Brinco de Ouro. Com isso, o atacante Jonas, autor dos dois gols contra o Ceará, permanece no banco. Ainda machucado, o goleiro Jean vai ficar de fora. Fernando continua em seu lugar. Pensando no acesso, o Grêmio voltou às compras nesta semana. Conseguiu trazer o volante Raone, do Juventude; o meia Thiago Duarte, do Guarani de Venâncio Aires; e o lateral-direito Patrício, ex-15 de Campo Bom. Mas a torcida vai ter que esperar para ver os novos reforços em campo, uma vez que suas documentações ainda não foram regularizadas. Por isso, o técnico Mano Menezes já decidiu que irá optar pela mesma formação da vitória sobre o Criciúma, em Santa Catarina, na última rodada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.