Duelo em Americana motiva Rio Branco

A velocidade vai ser a principal arma do Rio Branco para surpreender no clássico de domingo, contra o União Barbarense, pelo Campeonato Paulista da Série A-1. O duelo é um dos mais tradicionais do Interior e promete levar um grande público ao estádio Décio Vitta, em Americana. Além da torcida, os jogadores apostam nos contra-ataques rápidos para garantir mais uma vitória e, de quebra, afundar ainda mais o rival para o rebaixamento. "Acredito que os jogos em Americana vão nos dar a classificação. Todo jogador gosta de atuar em casa, ainda mais porque teremos a torcida ao nosso lado e podemos também aproveitar os espaços do campo utilizando a velocidade", destacou o meio-campista Anaílson. Outro que não abre mão da vitória é o experiente meia Silas, ainda mais em se tratando de um clássico. O jogador, porém, não quer saber de euforia antecipada. "Dentro de campo, não se corre mais nesse jogo que nos outros. A repercussão é que é diferente. Não podemos deixar que a euforia influencie no nosso plano de jogo. Entrar em campo nervoso pode comprometer todo o trabalho, temos que manter o equilíbrio emocional, nosso momento é bom", revelou. Pelos cálculos do elenco, o resultado positivo diante do União Barbarense garantirá 70% da classificação para as semifinais do campeonato. "A tranqüilidade nestes momentos é muito importante. Todos aqui sabem disso e estão cientes das suas responsabilidades. Tenho certeza de que quem vier ao estádio no domingo não irá se arrepender", avisou o técnico Zé Teodoro. A princípio, o treinador manterá o mesmo time que atuou no final de semana passado. O zagueiro Tiago, que tinha sofrido uma torção o tornozelo no último treino, já está recuperado. Com 20 pontos, o Rio Branco é o terceiro colocado na classificação, atrás apenas da Ponte Preta (22 pontos) e São Paulo (21).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.