Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Duílio diz que Arana só retornará ao Corinthians se o Sevilla voltar atrás

Diretor de futebol afirmou que proposta continua em pé e ainda crê em mudança de postura do clube espanhol

João Prata, O Estado de S.Paulo

31 de janeiro de 2019 | 04h30

O diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, ainda não desistiu da contratação do lateral-esquerdo Guilherme Arana. Mas avisou que para ele retornar ao clube, o Sevilla terá que rever a decisão sobre a proposta.

“Nós só teremos um negócio hoje se o Sevilla voltar atrás e considerar a proposta que foi feita. Diferentemente do que o Corinthians já propôs, não dá para ser feito. A gente permanece no aguardo, mas a possibilidade só vai existir se o Sevilla voltar atrás.”

O Corinthians fez uma proposta de 8 milhões de euros (R$ 34 milhões) para ser pago em quatro anos. O Sevilla quer receber em um período menor. Arana foi titular no duelo do time espanhol contra o Barcelona, quarta-feira, pelas quartas de final da Copa do Rei. Ele chegou a marcar um gol, mas viu o Sevilla levar de 6 a 1 e dar adeus à competição.

Duílio não entrou em detalhes sobre a recusa, mas admitiu que falta muito para haver o acerto. "O Corinthians ofertou o que é possível fazer, e o que eles pedem em contrapartida é muito diferente do que a gente propôs. É muito difícil que venha, e o Corinthians não tem como fazer nada a mais. É aguardar para ver se eles voltam atrás, pelo nosso lado não tem mais o que fazer".

O Corinthians anunciou nove reforços para a atual temporada. O último a chegar foi o atacante Vagner Love, apresentado aos torcedores no intervalo da derrota por 2 a 0 para o Red Bull nesta quarta-feira em Itaquera. O jogador, no entanto, ainda não tem data para estrear e deve ficar de fora do clássico contra o Palmeiras no sábado, no Allianz Parque.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.