Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Duílio volta a falar em permanência de Carille e quer reforços pontuais para 2020

Diretor de futebol do Corinthians diz que a ideia é que o treinador comande a equipe na próxima temporada

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

22 de outubro de 2019 | 16h39

O diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, voltou a falar que quer a permanência do técnico Fábio Carille para a próxima temporada. O dirigente também confirmou que a multa contratual do treinador é decrescente - ou seja, diminui com o passar dos meses. O vínculo vai até o fim de 2020.

Questionado se não havia sido arriscado ter bancado Carille após a derrota para o Cruzeiro, no último sábado, Duílio admitiu que pode acontecer o que ocorreu com o técnico Jair Ventura em 2018. Na ocasião, o treinador foi garantido pela diretoria, mas acabou sendo demitido antes do fim da temporada.

"Estou para colocar a minha posição e a posição do clube, de que ele não sai, de que ele é o treinador do Corinthians. Está sujeito, é lógico, amanhã pode haver um novo fato e pode acontecer o que aconteceu com o Jair (Ventura), mas aquilo foi um momento. Hoje a ideia do clube é que a permanência do treinador é o melhor a se fazer, mesmo sabendo que a gente não vem fazendo um grande campeonato, mas ainda estamos em quinto lugar. Eu tenho que me posicionar, e hoje a minha posição é de que o Carille não sai. Diferente disso, eu vou deixá-lo exposto em uma situação que só vai atrapalhar o Corinthians", afirmou.

Duílio também falou sobre o planejamento do Corinthians para a próxima temporada. A diretoria trabalha com a ideia de que a equipe disputará a Copa Libertadores da América e quer reforços pontuais para 2020.

"Já tivemos uma reformulação grande este ano. A gente entende que precisa, sim, de algumas peças, que a gente pode melhorar, sem fazer loucura. Reformulação grande, não. Mas reforços pontuais, sim", disse Duílio.

O primeiro reforço do Corinthians para 2020 deve ser o atacante Davó, do Guarani. Os dirigentes dos dois clubes confirmam a negociação avançada, mas dizem que ainda restam alguns detalhes para o acerto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.