Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

Dunga acredita em África do Sul fechada contra o Brasil

'Você pode falar, prometer. Depois tem que ver, na hora do jogo, como será a postura', diz o técnico

AE, Agencia Estado

24 de junho de 2009 | 12h00

BLOEMFONTEIN - O técnico Dunga minimizou a promessa feita por Joel Santana de que a África do Sul vai ser ofensiva, quinta-feira, nas semifinais da Copa das Confederações. Para ele, a seleção brasileira vai encontrar um adversário retrancado no confronto em Johannesburgo, no Estádio Ellis Park.

Veja também:

linkJoel promete que África do Sul vai atacar o Brasil

linkCBF se retrata e diz estar satisfeita com África do Sul

Copa das Confederações 2009 - tabela Classificação

Copa das Confederações 2009 - lista Calendário

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Cada equipe tem suas características, sua forma de trabalhar e jogar. Agora, você pode falar, prometer. Depois tem que ver, na hora do jogo, como será a postura", disse Dunga, acreditando que o Brasil vai enfrentar forte marcação na quinta-feira.

O técnico, porém, fez questão de elogiar a seleção sul-africana. "Eles estão crescendo na competição, fizeram um bom jogo contra a Espanha. Os jogos eliminatórios sempre se tornam mais duros", comentou, lembrando que o fator casa pode ajudar a África do Sul. "Não existe jogo fácil, o adversário está motivado e joga em casa, com forte carga emocional".

Para Dunga, o duelo com a África do Sul servirá como teste para a Copa do Mundo de 2010. "Será uma boa partida de preparação para a Copa do Mundo, vamos ter noção do que vamos encontrar", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.