Itamar Aguiar/Estadão
Itamar Aguiar/Estadão

Dunga aprova atuação do Internacional em vitória sobre time uruguaio

Treinador gosta da postura dos gaúchos nos 2 a 1 sobre o Cerro, em Rivera

AE, Agência Estado

30 de junho de 2013 | 08h49

RIVERA - O técnico Dunga ficou satisfeito com o desempenho do Internacional na vitória sobre o Cerro de Montevidéu, por 2 a 1, na noite de sábado, em amistoso disputado na cidade uruguaia de Rivera. O jogo contou com gols de Josimar e Juan e teve a estreia do atacante Jorge Henrique.

A uma semana do retorno do Brasileirão, Dunga aproveitou a partida para testar novidades, como o lateral Ednei, além do próprio Jorge Henrique. "Foi um bom jogo, com marcação forte e dura. Podemos observar jogadores que não vinham tendo oportunidades", aprovou o treinador.

Dunga fez alguns testes na partida por causa dos vários desfalques. Muriel, Gabriel, Airton, Ygor, Otávio, Leandro Damião e Caio, lesionados, e Diego Forlán, convocado pelo Uruguai para a Copa das Confederações, não puderam entrar em campo neste fim de semana.

Com estas baixas, o Inter entrou em campo com Agenor; Ednei, Índio, Juan e Fabrício; Josimar, Willians, Jorge Henrique e D''Alessandro; Mike e Rafael Moura. Mas, durante o jogo, Dunga promoveu diversas alterações. Alisson, Cláudio Winck, Ronaldo Alves, Alan, Kleber, Jackson, Vitor Júnior, Dátolo e Giovani também ganharam chance no amistoso.

"Todo mundo que entra está dando conta do recado. Estamos bem preparados para o Campeonato Brasileiro", opinou Willians. "No final do jogo tínhamos oito jogadores oriundos da base. Isso faz parte do nosso plano estratégico", aprovou o assessor de futebol Eduardo Hausen.

Depois deste teste, o Inter voltará aos treinos nesta semana. As atividades serão realizadas em Viamão antes do retorno aos gramados na partida contra o Vasco, no próximo domingo, no Estádio Centenário, em Caxias do Sul.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolInteramistoso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.