Dunga descarta Rogério Ceni na seleção brasileira

'Preciso de um jogador com experiência em competição, não em amistosos', alfinetou o técnico do Brasil

01 de outubro de 2007 | 22h19

Em entrevista ao programa Bem Amigos, da SporTV, o técnico da seleção brasileira, Dunga, deixou claro, nesta segunda-feira, que o goleiro do São Paulo, Rogério Ceni não é uma opção sua para a equipe. "O Rogério é o maior ídolo do futebol brasileiro. Eu acho que é um jogador que serve perfeitamente para a seleção brasileira, mas eu preciso de um jogador para a Copa do Mundo", explicou. Um dos preferidos da torcida brasileira para a posição - onde um dos grandes contestados do grupo de jogadores faz parte, o arqueiro da Roma, Doni -, Ceni é considerado pelo treinador como não tendo experiência suficiente. "Preciso de um jogador com experiência em competição, não em amistosos", alfinetou Dunga. Depois, o técnico do Brasil amenizou e defendeu seus goleiros preferidos. "Não posso chamar um jogador quando eu preciso e quando não precisar, descartar. Isso seria ruim para o grupo de jogadores. Estou chamando jogadores de qualidade que estão dando conta do recado, como o Doni e o Júlio César estão dando", concluiu.

Tudo o que sabemos sobre:
DungaRogério Ceni

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.