Dunga discute com massagista argentino após jogo

Após o término da partida, treinador brasileiro insinua que o argentino Jorge Pautasso faz uso de drogas inaláveis

O Estado de S. Paulo

11 de outubro de 2014 | 17h03

A rivalidade entre Brasil e Argentina não ficou restrita somente às quatro linhas no Superclássico das Américas, vencido pelos brasileiros por 2 a 0. Após o término da partida, o técnico Dunga discutiu com o massagista Jorge Pautasso e insinuou que o argentino faria uso de drogas inaláveis.

"Tu é igualzinho, né? Tu é igualzinho?", gritou Dunga, que depois passou a mão no nariz, em referência a Maradona, que confessou, passando a mão no nariz, em referência a Maradona, que confessou já ter feito uso de cocaína durante sua carreira.

Na próxima terça-feira, Brasil e Japão se enfrentam em amistoso no Estádio Nacional de Cingapura, às 7h45 (de Brasília).

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.