Kenzo Tribouillard / AFP
Kenzo Tribouillard / AFP

Dunga divide seleção em treino e poupa Neymar e Coutinho

Treinador não dá pistas sobre a definição dos titulares do Brasil

ANDREI NETTO / PARIS, O ESTADO DE S.PAULO

23 Março 2015 | 18h02

Sob o olhar atento do técnico Dunga, a seleção brasileira realizou nesta segunda-feira, no Estádio Charlety, em Paris, o seu primeiro treinamento visando o amistoso com a França, na quinta. Acompanhado de Jairzinho, o "Furação da Copa de 70" e auxiliar-técnico nos dois próximos jogos, o treinador dividiu o grupo em três e enfatizou os trabalhos de marcação e troca de passes sob pressão e de finalizações, mas ainda não promoveu seu primeiro coletivo, não deixando pistas sobre a definição da equipe.

Os trabalhos começaram às 17h (13h em Brasília), sob um frio de 12ºC do início da primavera na Europa. Com o grupo completo após a chegada dos atletas que jogam em clubes europeus, casos de Neymar, Marcelo, Luiz Gustavo, William, Philippe Coutinho, Miranda, Filipe Luís e Danilo - que chegou à cidade e foi direto ao estádio -, Dunga pôde realizar os primeiros trabalhos com bola, ainda que com baixa intensidade. Em um primeiro momento, dois grupos de sete jogadores foram distribuídos em retângulos no gramado, onde trabalharam a troca de passes curtos e rápidos e a marcação sob pressão.

Esses dois grupos foram depois fundidos em uma área maior, mantendo o treinamento. Enquanto isso, o treinador de goleiros Taffarel exercitava o posicionamento de Jefferson, Diego Alves e Marcelo Grohe, trabalhando também reposição de bola com os pés. No final, o grupo que chegou nesta segunda-feira a Paris ganhou folga mais cedo, enquanto os demais treinaram tiros a gol da entrada da área, com aproveitamento razoável.

Entre os poupados estavam Neymar e Marcelo, que se enfrentaram no clássico entre Barcelona e Real Madrid, no domingo. Empolgado com a vitória dos catalães, o atacante admitiu que dormiu pouco nesta noite. Philippe Coutinho, titular do Liverpool na derrota para o Manchester United, no domingo, também descansou mais que os demais, assim como Miranda, Fabinho, Filipe Luís, Danilo, Luiz Gustavo e Willian.

Nesta terça, Dunga volta a comandar um treino previsto para as 16h (12h de Brasília), no Stade Charlety. Na quarta, os jogadores poderão fazer o reconhecimento do gramado do Stade de France, onde a seleção enfrentará a França, às 21 horas de quinta (17h de Brasília).

Falando antes do treino começar, os astros do Brasil se mostraram entusiasmados para enfrentar a equipe de Didier Deschamps, mesmo que as temporadas europeias estejam se encaminhando para o final e que o cansaço esteja aumentando.

Mais conteúdo sobre:
futebol seleção brasileira treino Paris

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.