Paulo Pinto/AE
Paulo Pinto/AE

Dunga diz que desgaste pode interferir na escalação

Técnico da seleção brasileira prefere ver primeiro os resultados dos testes físicos dos jogadores

AE, Agencia Estado

31 de março de 2009 | 16h26

O técnico Dunga afirmou nesta terça-feira que o desgaste dos jogadores da seleção brasileira no empate com o Equador pode interferir na escalação da equipe para o jogo contra o Peru, quarta, em Porto Alegre. O treinador preferiu não confirmar o retorno de Kaká ao time titular.

Veja também:

linkDepois do gol contra o Equador, Júlio Baptista quer ser titular

linkRobinho topa sacrifício para Kaká e Ronaldinho jogarem juntos 

linkPato não se vê mais perto de vaga por jogar em casa

linkGilberto Silva diz que já se acostumou com críticas   

especialVisite o canal especial das Eliminatórias da Copa

tabela Eliminatórias da Copa - Classificação

lista Eliminatórias da Copa - Calendário / Resultados

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Ainda vamos ver o resultado dos testes dos jogadores, já que o desgaste no Equador foi grande e cada jogador reage diferente. Só depois disso é que vou definir como escalarei o time", afirmou Dunga, em entrevista ao programa Arena SporTV.

O treinador da seleção brasileira acredita que a mudança de postura da equipe pode acontecer mesmo sem a alteração do time. "Precisamos ter coerência no trabalho e não adianta apenas mudar os nomes. Posso alterar a forma de atuar ao adotar um posicionamento diferente. Tudo vai depender do jogo", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.