Dunga diz que grupo do Brasil na Copa América é complicado

O técnico da Seleção Brasileira, Dunga, que acompanhou pela TV o sorteio dos grupos da Copa América da Venezuela, afirmou que o Grupo B, com México, Chile e Equador "é complicado".Campeão como jogador em 1989 e 1997, o treinador conhece bem as dificuldades de uma competição marcada pela rivalidade no continente, que torna todos os confrontos muito disputados, mas admite que a primeira fase para a seleção não será nada fácil. "O grupo do Brasil é complicado e certamente vai nos trazer dificuldades. Mas essa é uma característica da competição." De acordo com Dunga, o México - adversário da estréia, no dia 27 de junho - e o Equador - que o Brasil enfrentará no dia 4 de julho - são duas seleções que têm mostrado crescente evolução nos aspectos técnico e competitivo nos últimos anos. "O México tem levado vantagem nos últimos jogos e o Equador melhorou demais. São duas seleções que vêm crescendo muito de produção." O Chile, adversário do dia 1 de julho, também deve merecer respeito de parte do Brasil. "Toda seleção quando nos enfrenta se aplica mais, joga com determinação. E o Chile não deve por isso mesmo ser apontado como o adversário mais fraco, como alguns podem pensar. Todos os adversários serão difíceis."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.