Dunga e seleção iniciam a caminhada para Copa de 2010

Grupo se reúne no Rio para jogos contra Colômbia e Equador pela Eliminatórias Sul-Americanas

Sílvio Barsetti e Bruno Lousada, do Estadão,

09 de outubro de 2007 | 09h55

Dunga foi aprovado com boas notas nos amistosos e na Copa América realizada em julho, na Venezuela. Agora, começa a prova final. Ele reuniu nesta terça-feira em Teresópolis, região serrana do Rio, a seleção brasileira para iniciar a arrancada, já no domingo, rumo à Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. O primeiro adversário pelas Eliminatórias Sul-Americanas será a Colômbia, em Bogotá. Três dias depois, o Brasil enfrentará o Equador, no Maracanã. Caberá ao técnico, no mínimo, manter a tradição e conduzir a seleção mais uma vez a um Mundial.   O estilo turrão de Dunga já deflagrou uma crise de relacionamento com os meias Kaká, do Milan, e Ronaldinho Gaúcho, do Barcelona, que pediram dispensa da Copa América e, como represália, voltaram ao time como reservas, em jogo com a Argélia. Mas tudo parece contornado e a presença dos dois craques, com o reforço do atacante Robinho, do Real Madrid, certamente vai atrair o público para os treinos da seleção em Teresópolis - de hoje a sexta-feira, na Granja Comary.   No penúltimo amistoso do Brasil (vitória por 4 a 2 sobre os Estados Unidos), no mês passado, em Chicago, Dunga não ?inventou? e escalou os três como titulares. A tendência é de que mantenha o trio mais habilidoso do País para a estréia nas Eliminatórias e estimule uma disputa saudável (ainda que duvidosa) por uma vaga no ataque, entre Afonso, do Heerenven, da Holanda, e Vágner Love, do CSKA Moscou.   De última hora, o técnico teve de convocar o zagueiro Naldo, do Werder Bremen, em substituição a Alex, do Chelsea, contundido. Os outros 21 atletas chamados não acusaram problema e participarão das atividades na Granja Comary.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.