Dunga elogia a maturidade e a reação da seleção sub-20

O técnico da seleção brasileira principal, Dunga, elogiou nesta quarta-feira a maturidade e a capacidade de reação dos jogadores da seleção brasileira sub-20, que venceu o Uruguai por 3 a 1, nesta terça-feira, apesar dos desfalques e da pressão psicológica após o empate de domingo contra o Chile, quando a equipe teve três jogadores expulsos. "Qualidade, a gente sabe que o time tem. Precisava de atitude e tranqüilidade, e os jogadores deram prova de muita maturidade. Cada um assumiu a sua responsabilidade para conseguir a vitória" afirmou Dunga, em entrevista publicada no site da CBF. O Brasil atuou desfalcado de cinco jogadores, todos suspensos: o meia Fernando, que foi expulso da competição por agredir o juiz do jogo contra o Chile, o lateral Carlinhos e o zagueiro Thiago Heleno, suspensos por dois jogos pela expulsão; o meia William, que tinha levado dois cartões amarelos; e o atacante Luiz Adriano, também expulso. Os dois últimos poderão jogar nesta quinta, contra o Paraguai, na penúltima rodada do hexagonal final - os dois primeiros vão à Olimpíada de Pequim e os quatro primeiros garantem vaga no Mundial Sub-20, em junho, no Canadá. Dunga disse que o grupo se mostrou muito unido para superar os obstáculos, o que ficou claro para ele quando o zagueiro David marcou o primeiro gol. "Quando ele chamou todo mundo para comemorar junto, ficou claro que eles estavam unidos em torno do objetivo de se recuperar", explicou o técnico. Ele elogiou também os reservas que entraram "no fogo", como o próprio David, o meia Tchô e o atacante Edgar. "Eles não se descuidaram, mostraram que estavam prontos para entrar em um momento difícil "

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.