Jonne Roriz/AE
Jonne Roriz/AE

Dunga faz treino fechado e mantém suspense sobre escalação do time

Maior dúvida é com relação a Felipe Melo, que sofreu torção no tornozelo esquerdo contra Portugal

ANDRÉ CARDOSO, Agência Estado

27 de junho de 2010 | 13h13

JOHANNESBURGO - O técnico Dunga resolveu fechar o treino para a imprensa neste domingo, 27, no campo da escola Hoerskool Randburg, em Johannesburgo. Assim, ele manteve o suspense sobre o time que irá enfrentar o Chile nesta segunda-feira, no Estádio Ellis Park, pelas oitavas de final da Copa do Mundo na África do Sul.

Veja também:

linkDunga elogia o Chile e defende polêmica no futebol

link'Sempre tive sorte contra o Chile', avisa Robinho

linkGilberto Silva pede fim dos erros na seleção

video Bebeto elogia Brasil e diz que 'o nível da Copa está muito baixo'

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador

No começo do treino, ainda com a presença da imprensa no local, os 23 jogadores foram para o gramado, inclusive o volante Felipe Melo e o meia Júlio Baptista, que se recuperam de contusão. Mas foi possível acompanhar apenas 15 minutos da atividade, sem saber se eles suportaram o esforço.

A maior dúvida é com relação a Felipe Melo, que sofreu uma torção no tornozelo esquerdo durante o jogo contra Portugal, na última sexta-feira. Na parte do treino deste domingo que foi aberta para a imprensa, foi possível ver apenas o bobinho, em que ele teve uma participação discreta.

O treino deste domingo foi importante para ver as reais condições de Felipe Melo, para saber se ele poderá jogar contra o Chile - no dia anterior, ficou fazendo apenas tratamento médico no hotel. Caso ele seja vetado, o também volante Josué é o maior candidato a ficar com a vaga no time titular.

Em compensação, o meia Elano parecia bem mais confortável em campo, mostrando já estar recuperado da pancada que sofreu na perna direita durante a partida contra a Costa do Marfim, que foi disputada no último domingo. Assim, ele deve ter presença confirmada para enfrentar o Chile.

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.