Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Dunga fecha treinamento e volta a escalar Daniel Alves

Sem o agito da torcida sul-africana, treinador confirma a permanência do lateral para o duelo contra o Egito

AE, Agencia Estado

13 de junho de 2009 | 13h22

BLOEMFONTEIN - Sem a agitação e as arquibancadas lotadas da véspera, a seleção brasileira fez neste sábado, em Bloemfontein, seu segundo treino na África do Sul para a Copa das Confederações. A estreia no torneio acontece na segunda-feira, contra o Egito, às 11 horas (horário de Brasília).  

 

Veja também:

link Luis Fabiano promete muitos gols na Copa das Confederações

link Vencedor da Copa das Confederações levará 3 milhões de euros

link Copa das Confederações terá bola exclusiva

Copa das Confederações 2009 - tabela Classificação

Copa das Confederações 2009 - lista Calendário

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

A pedido de Dunga, a torcida sul-africana não teve acesso às atividades, que mais uma vez aconteceram no modesto Estádio Seisa Ramabodu. O treinador aproveitou a tranquilidade para comandar um treinamento coletivo, e deu pistas sobre a escalação da equipe que enfrentará os campeões africanos. A principal delas foi a permanência de Daniel Alves na lateral-direita - ele treinou entre os titulares, deixando Maicon na reserva.

No ataque, Luis Fabiano voltou à equipe titular e deve formar dupla com Robinho. O atacante do Sevilla cumpriu suspensão contra o Paraguai, pelas Eliminatórias, e deve retomar a posição. Nilmar, que atuou contra os paraguaios e marcou o segundo gol na vitória por 2 a 1, voltou ao time suplente.

O primeiro coletivo da seleção em solo sul-africano serviu para diminuir, também, as dúvidas sobre a lateral-esquerda. Kléber foi mantido entre os titulares, dando a entender que o corintiano André Santos precisará de mais tempo para ter sua primeira chance.

No domingo, a seleção brasileira faz novo treino, desta vez no Estádio Free State, onde enfrentará os egípcios na segunda-feira. A equipe está no Grupo B, e além do Egito terá pela frente as seleções de Estados Unidos e Itália.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.