Arquivo/AE
Arquivo/AE

Dunga não chama Ronaldinho, mas deixa portas abertas

Técnico da seleção brasileira diz vai 'até o limite' com o meia do Milan para saber se deve ou não convocá-lo

AE, Agencia Estado

21 de maio de 2009 | 16h25

O técnico Dunga deixou o Ronaldinho Gaúcho fora da convocação para dois jogos das Eliminatórias do Mundial de 2010 e Copa das Confederações, mas ainda conta com o jogador. Ele avisou que vai convocar o jogador, que passa por má fase no Milan, em outras oportunidades para a seleção brasileira.

Veja também:

linkDunga barra Ronaldinho Gaúcho e convoca quatro novidades

linkDunga diz que não vai liberar atletas de times do Brasil

Eliminatórias da Copa

tabela Classificação

lista Calendário / Resultados

"A gente vai tentar até o limite com o Ronaldinho. Ele está atravessando um momento não muito bom. Ele tem que jogar e a gente espera que no próximo ano encontre mais espaço no Milan. A gente tentou ajudar de algumas formas. Ele vai trabalhar e sempre que tiver uma chance a gente vai dar", prometeu.

Dunga negou que tenha tirado um peso das costas com a admissão de Ronaldo de que ainda não possui condições de defender a seleção brasileira. "Isso não me dá alívio. Apenas permite ter a certeza de que a nossa postura é a correta. Tinha gente dizendo que íamos convocá-lo só para mostrar que o Ronaldo não tinha condições de jogar na seleção", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.