Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Dunga nega ter 'estrela', mas mantém confiança no Brasil

Técnico conta com a competência no trabalho para vencer a seleção italiana neste domingo, às 15h30

LUIZ ANTÔNIO PRÓSPERI E SILVIO BARSETTI, Agência Estado

20 de junho de 2009 | 11h39

PRETÓRIA - Na véspera do esperado duelo contra a Itália, a seleção brasileira se mantém tranquila e confiante para conseguir a classificação às semifinais da Copa das Confederações. Com a responsabilidade nas mãos dos italianos, o Brasil avança até com derrota por um gol de diferença. Mesmo assim, a ideia do técnico Dunga é conquistar a vitória neste domingo, na partida em Pretória, na África do Sul.

Veja também:

linkBrasil e Itália se enfrentam em aniversário do título de 1970

linkMaicon acredita em vitória do Brasil contra Itália

Copa das Confederações 2009 - tabela Classificação

Copa das Confederações 2009 - lista Calendário

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Neste sábado, o treinador brasileiro negou que tenha "estrela" em jogos decisivos, mas manteve a confiança em seu trabalho. "Estrela ou não, acredito na competência. Nunca vi a sorte estar do lado dos incompetentes. Se você trabalhar, tiver convicção, fizer um bom ambiente com responsabilidade, as coisas acontecem naturalmente", afirmou. "Os incompetentes choram e os competentes comemoram."

No confronto diante dos italianos, Dunga não acredita que o adversário mudará sua maneira de jogar pela necessidade maior do resultado. "Espero uma Itália compacta, concentrada, esperando o erro do adversário para fazer o gol", comentou o treinador. Além disso, o comandante da seleção não quer nem ouvir falar em favoritismo brasileiro. "Não se pode falar em favoritismo em um jogo como este", disse Dunga.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.