CBF<br>
CBF

Dunga pode desfalcar clubes brasileiros em novembro

Treinador anunciará no próximo dia 23 a lista de atletas que vão enfrentar a Turquia, em Istambul e a Áustria, em Viena

RAPHAEL RAMOS, O Estado de S. Paulo

15 de outubro de 2014 | 22h05

São grandes as chances de Dunga desfalcar os clubes brasileiros nesta reta final de temporada em sua convocação para os dois últimos amistosos da seleção no ano. No próximo dia 23, o treinador anuncia a lista de atletas que enfrentarão a Turquia, em Istambul, no dia 12 de novembro, e a Áustria, em Viena, no dia 18.

Após a goleada por 4 a 0 sobre o Japão, na última terça-feira, Dunga não quis se comprometer a poupar da próxima convocação jogadores que atuam no Brasil. Neste seu retorno à seleção, ele acha fundamental definir uma base que sirva como referência para a sequência do trabalho.

"Não pensamos ainda nos próximos dois jogos. Nosso foco estava no presente. Sabíamos da responsabilidade que temos na seleção, principalmente contra a Argentina, um grande clássico, uma grande rivalidade, assim como contra o Japão. A gente precisava ganhar e fazer jogos convincentes, não só para o torcedor, mas para nós termos maior entusiasmo e alegria de estar na seleção. A próxima convocação vamos deixar mais para frente para pensar nesse aspecto", despistou Dunga.

Só devem ficar de fora da lista de convocados os jogadores cujos clubes estiverem na final da Copa do Brasil. O primeiro jogo da decisão será justamente na mesma data do amistoso contra a Turquia. As equipes que estiverem brigando por título, vaga na Copa Libertadores ou contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, porém, não serão poupadas. O máximo que Dunga deve fazer é impor o limite de dois convocados por clube.

Do grupo de 23 jogadores que participou da turnê na Ásia e agradou ao treinador, nove atletas atuam no Brasil: Jefferson (Botafogo), Gil e Elias (Corinthians), Souza e Kaká (São Paulo), Éverton Ribeiro (Cruzeiro), Diego Tardelli (Atlético Mineiro), Robinho (Santos) e o goleiro Marcelo Grohe (Grêmio).

Dunga teve de fazer cinco alterações na última lista de convocados por causa de lesão. Foram cortados Ricardo Goulart (Cruzeiro), Marquinhos (Paris Saint-Germain), Fernandinho (Manchester City) e Ramires (Chelsea). Já Marcelo Grohe foi chamado por precaução depois que Jefferson sofreu uma luxação no dedo mínimo da mão esquerda - o botafoguense se recuperou a tempo.

AUSÊNCIA

Um nome antes dado como certo que deve ficar de fora dos amistosos contra Turquia e Áustria é o do zagueiro David Luiz. Ele sofreu um estiramento na coxa direita após cobrar uma falta contra a Argentina e deve ficar duas semanas afastado dos gramados. Quando voltar a atuar, estará sem ritmo de jogo e, por isso, dificilmente será chamado por Dunga. O zagueiro Marquinhos, cortado por lesão, deve voltar ao grupo nos últimos dois amistosos da seleção em 2014.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolseleção brasileiraDunga

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.