Kai Pfaffenbach/Reuters
Kai Pfaffenbach/Reuters

Dunga procura agora um substituto para Kaká

Júlio Baptista aparece como favorito para ficar com a vaga do meia no jogo contra Portugal

ANDRÉ CARDOSO, Enviado Especial - Agência Estado

21 de junho de 2010 | 06h55

Com a expulsão de Kaká nos minutos finais da vitória sobre a Costa do Marfim, no domingo, Dunga será obrigado a mudar a escalação da seleção brasileira para o jogo de sexta-feira, contra Portugal, no encerramento da primeira fase da Copa. Mas ele garante estar tranquilo e diz ter boas opções à disposição - além disso, o Brasil já assegurou a classificação antecipada para as oitavas de final, o que tira um pouco da importância do duelo com os portugueses.

Veja também:

linkDunga xinga árbitro e jornalista após vitória

linkMédicos minimizam lesão e Elano diz que já está melhor

linkLuis Fabiano festeja fim de jejum

linkRAIO X - Brasil domina em vitória sobre a Costa do Marfim 

blog Daniel Piza: Começo de melhora

blog Milton Pazzi Jr.: O desempenho dos jogadores

Leia mais sobre a seleção brasileira

mais imagens GALERIA - Imagens do jogo do Brasil

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador |

Depois da partida de domingo no Estádio Soccer City, em Johannesburgo, Dunga saiu em defesa de Kaká, dizendo que a expulsão foi "totalmente injusta". Mas também lamentou a ausência de seu principal jogador na terceira rodada do Mundial, pois esperava que ele pudesse atuar para ganhar mais ritmo de jogo - agora, o meia irá aproveitar a folga forçada para fazer um trabalho especial para aprimorar a sua recuperação física e técnica.

Enquanto Kaká já está descartado, Dunga ainda depende da recuperação de outro titular do meio-de-campo para definir o time que enfrentará Portugal na cidade de Durban. O meia Elano levou uma forte pancada durante o jogo contra a Costa do Marfim e deixou o estádio mancando. Mas os médicos da seleção afirmaram que o caso não é grave e que é possível que ele volte aos treinos em dois ou três dias, estando, assim, liberado para jogar na sexta-feira.

Se puder contar com Elano, Dunga precisaria fazer apenas uma mudança no time - mesmo já classificado, ele não deve poupar nenhum titular diante de Portugal, pois quer manter o ritmo e melhorar o entrosamento dos jogadores. O meia Júlio Baptista é o substituto natural de Kaká, como o próprio treinador já afirmou, e surge como favorito para ficar com a vaga. Mas existem outras opções, como Daniel Alves, Ramires, Kleberson e até mesmo Nilmar.

Com a entrada de Júlio Baptista no lugar de Kaká, o esquema de jogo da seleção continuaria praticamente o mesmo. Uma alternativa seria Daniel Alves, uma espécie de 12º jogador do time brasileiro, que costuma entrar sempre no segundo tempo e é bastante versátil. Se quiser uma postura mais ofensiva, Dunga pode optar pelo atacante Nilmar, recuando Robinho para a armação das jogadas. E se for mais precavido, tem Ramires e Kleberson como opções.

Mas, independente de quem for jogar, a seleção brasileira começa nesta segunda-feira a sua preparação para enfrentar Portugal na sexta. Os titulares farão apenas um trabalho leve, enquanto os reservas irão treinar mais forte no campo, até mesmo para Dunga avaliar melhor suas opções para substituir Kaká. De qualquer maneira, o clima no grupo é de tranquilidade e alegria, pela vitória do dia anterior e, principalmente, pela classificação antecipada na Copa.

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.