Dunga revela que deve chamar Amauri para a seleção

Técnico deve frustrar planos da Itália de naturalizar o atleta, vice-artilheiro do Campeonato Italiano com 11 gols

Agencia Estado

24 de dezembro de 2008 | 10h19

O técnico Dunga afirmou que deve convocar o atacante Amauri, vice-artilheiro do Campeonato Italiano com 11 gols, para um dos próximos amistosos da seleção brasileira. "O Julio César me ligou e sugeriu que eu chamasse o centroavante da Juventus. E Julio é uma pessoa em quem eu posso confiar", comentou. Veja também:Dunga afirma que Thiago Silva é um 'fenômeno'Dunga avalia que passagem de Adriano pela Inter acabouAmauri está nos planos de Lippi para a seleção italiana Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão Dunga não garantiu que Amauri seria titular da seleção brasileira. O procurador do atleta teria cobrado uma chance real para que o atacante da Juventus aceitasse a convocação. "Eu estou pronto para convocar Amauri, desde que ele não espere chegar como titular. Entre outras coisas, é bom chegar com cuidado, seria adequado para ele mesmo. No Brasil, todos nós queremos Amauri, mas se o cara erra no primeiro jogo é destruído no dia seguinte", alertou. Dunga ressaltou que a seleção brasileira, sob seu comando, não possui titulares absolutos. "Nem o Pelé exigiu um lugar de titular na seleção. Existem regras. O Amauri deveria perguntar para Kaká e Ronaldinho. Estamos falando de dois Bolas de Ouro. Pergunte se eles exigiram a titularidade na minha equipe", argumentou. Amauri deve participar do amistoso entre Brasil e Itália, no dia 10 de fevereiro, em Londres. Resta saber qual das duas seleções o atacante da Juventus vai defender, já que ele estuda a possibilidade de se naturalizar italiano e o técnico Marcelo Lippi revelou que o convocará quando puder.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.