Dunga: 'Sabia com 4 dias de antecedência que seria vaiado'

Técnico mostra irritação com empate por 0 a 0 e diz que imprensa quer criar crise na seleção brasileira

Redação,

16 de outubro de 2008 | 01h02

O técnico Dunga não escondeu a irritação com as perguntas sobre o desempenho do Brasil no empate sem gols com a Colômbia, em pleno Maracanã, pelas Eliminatórias Sul-Americanas à Copa de 2010. O treinador culpou a imprensa e disse que já sabia que seria vaiado. Veja também: Brasil empata e torcida pede cabeça de Dunga Bate-Pronto: 'Adeus, Dunga!', vezes 3 Torcedores colorem o Maracanã com fantasias  Eliminatórias Sul-Americanas - Classificação Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão Durante o duelo, os torcedores gritaram "Adeus, Dunga!", pela terceira vez seguida em jogos no Brasil. "Eu já havia lido na imprensa que isso iria acontecer. Sabia com quatro dias de antecedência que seria vaiado", afirmou o treinador. Dunga criticou a imprensa e disse que os jornalistas querem criar uma crise na seleção brasileira. "Vou agüentar até quando o Brasil estiver classificado. Estamos em segundo na tabela. Estão tentando plantar uma crise, parece que estamos em último." O Brasil tem 17 pontos, seis a menos do que o líder Paraguai. "Eliminatórias é complicado. Nós temos de analisar as dificuldades e procurar corrigir os erros para voltar a vencer em casa."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.