Dunga vê estilo sul-americano na seleção holandesa

Passada a partida contra o Chile, Dunga já começa a pensar no próximo desafio da Copa do Mundo. Na sexta-feira, o time enfrentará a Holanda, em Port Elizabeth, pelas quartas de final da competição. E, segundo o treinador brasileiro, a seleção holandesa tem estilo de jogo sul-americano, o que vai dificultar ainda mais a vida do Brasil.

ANDRÉ CARDOSO, Agência Estado

28 de junho de 2010 | 19h06

"A Holanda é um time muito difícil. Entre as seleções europeias, ela é a que tem a qualidade técnica mais parecida com as sul-americanas", afirmou Dunga, que elogiou os holandeses diversas vezes durante a entrevista coletiva desta segunda-feira, logo depois da vitória brasileira sobre o Chile, por 3 a 0, no Estádio Ellis Park.

Na época de jogador, Dunga enfrentou a Holanda em duas edições da Copa. Em 1994, levou a melhor nas quartas de final. E, em 98, repetiu a dose já nas semifinais. Por isso, ele conhece bem a força holandesa. "A Holanda mantém a tradição de formar boas seleções e de jogar bem. Temos que ter atenção redobrada", avisou.

Dunga, no entanto, acredita que o time do Brasil está ganhando confiança com a campanha positiva na Copa. E que isso pode ajudar num confronto tão complicado como será o contra a Holanda. Mas ele também sabe que a responsabilidade brasileira é cada vez maior. "A pressão e a adrenalina aumentam a cada jogo", admitiu.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2010futebolBrasilDungaHolanda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.